4 anos com minha gatinha.

Quatro anos! Quem diria que chegaríamos a esse ponto? Bem, eu diria. Desde o início eu sabia que você era a mulher da minha vida, aquela pessoa que me proporciona os melhores momentos, os melhores olhares, carinhos… e também as melhores discussões, afinal somos humanos. Mas enfim, o que quero que você saiba é que nem por um segundo você deixou de ser aquilo que eu sempre sonhei pra mim. Nem por um segundo você deixou de ser minha musa, minha gatinha, meu bebezão!

Thai s2 Rapha

No dia 20 de Agosto de 2010 nos beijamos pela primeira vez. Foi estranho até, mas foi tão natural que às vezes acho que foi isso que tornou aquele momento tão vivo. O mais legal foi ver as pessoas lutando contra, dizendo que não ficaríamos nem dois meses juntos. Mais legal ainda foi ignorar tudo isso e matar a fome de se ver, de se tocar. Em poucos dias você se tornou aquela pessoa que eu pensava quando acordava e sonhava quando dormia.

Em pouco tempo você se tornou o meu mundo.

Nossas aventuras no Tibia, sonhos musicais, planos de viagens e etc. me fazem perceber que além de uma namorada perfeita em todos os aspectos, você é uma amiga perfeita: sempre preparada para ser absolutamente sincera e verdadeira. Nada significa mais para mim do que uma opinião sua. Somos perfeitos um pro outro na hora do sexo, do beijo… mas de que adiantaria se não houvesse essa conexão que sempre tivemos? Nossos olhares conversam entre si.

Eu sei que às vezes eu sou um tanto quanto infantil – tipo muito mesmo – Mas você sabe no fundo que minha vida passou a ser “nossa vida”, e que eu iria a qualquer lugar por você (mesmo que seja para comprar seus chocolates, ou sua tapioca).

Eu poderia ficar escrevendo eternamente o quanto te amo que jamais seria capaz de traduzir aquilo que realmente sinto. Alguns diriam até que “palavras são palavras”, mas você, que me conhece bem, sabe que as palavras são minha melhor forma de expressão. Então, esse sempre vai ser meu presente mais sincero, você sabe disso.

11 de Setembro de 2010 foi uma noite bem legal, se lembra? Sua irmã mandando mensagem, procurando por você, e você comigo, quase tremendo de medo de ir pra casa. Tirando o lado ruim, aquele foi o melhor dia da minha vida. Saber que você era perfeita em todos os sentidos me deixou simplesmente imbecil – completamente jogado aos seus pés mesmo.

Você é a melhor amante e a melhor amiga que eu poderia desejar, e eu agradeço ao Universo todos os dias por acordar e ter você do meu lado, dormindo feito um bebê didiu! *-*

Me perdoa pelas falhas – e eu sei que são muitas. Me perdoa por parecer meio egoísta de vez em quando. Mas se você parar pra pensar, TUDO que penso em fazer você tá lá juntinho.

Meu maior plano é viver todos os dias com você, envelhecer junto e construir uma vida cada vez melhor e com mais filmes e edredom. Eu não sei, de verdade, o que faria hoje sem seu beijo de boa noite. Com você, o meu mundo ficou realmente completo.

Obrigado, Thai, por tudo que você sempre foi e é pra mim.

Eu te amo tanto que sinto vertigem! Que esses quatro anos sejam apenas o início de uma jornada. Ainda temos muitos mapas para abrir e muito loot para juntar. S2

Desabafo

Primeiramente perdão novamente por ter demorado tanto para postar algo novo. Há muita coisa acontecendo na minha mente, e a preocupação em jogar isso para o papel ultrapassa as barreiras da preocupação de postar aqui no blog. Mas agora vamos lá, pretendo voltar a postar regularmente.

Nesse tempo parado muita coisa boa me aconteceu; desde a surpreendente repercussão de meu e-book, O Bardo na Taverna, no Widbook, até mesmo a uma renovação musical ao meu redor, onde coisas novas estão surgindo a cada minuto. Isso muitas das vezes me atrapalha um pouco, pois organizar tanta informação e desejo de criar é algo complicado. Quem escreve sabe bem o que é isso.

Ler "O Bardo na Taverna"

Voltando a falar sobre O Bardo na Taverna, gostaria de agradecer de coração a todas as pessoas que me incentivam e acreditam no meu sonho. Primeiramente, é claro, a todas aquelas que sempre estiveram ao meu lado, dando corda e falando “você é bom, vai longe”. Essas pessoas são: Thai, minha esposa, qual sem o incentivo e paciência eu não conseguiria concluir o que começo; Minha mãe Sandra, que me encaminhou ao caminho certo desde pequeno; E meu amigo/irmão Adriano, que está ao meu lado há 15 anos, desde a época que 007 Goldeneye era lançamento. Muito obrigado mesmo, de coração. Vocês são fodas pra caralho!

E também a todos que não me conhecem, mas mesmo assim se identificaram com minha obra. Obrigado pela oportunidade de entrar em sua vida. Sem vocês ninguém chega a lugar algum.

Valeu mesmo a todos! Em breve tem coisa nova surgindo, fiquem de olho. 😉

Inauguração do Blog

Saudações!

Após um exageradamente longo período de preparação, aqui vos apresento meu mais novo blog. Pretendo neste mostrar alguns de meus trabalhos, como alguns contos, poesias, e um diário de bordo sobre a minha experiência escrevendo minha saga de ficção/terror/fantasia chamada “As Crônicas Eternas“.

preview

Há muita coisa para postar, mas por enquanto vou deixar a introdução de uma estória que está há muito em minha mente. O nome é “O Bardo na Taverna“, e se trata de um livro-série, no qual postarei um capítulo por vez. Você pode clicar AQUI para ler o prólogo dessa série, ou então pode ir lá na barra de menu e clicar em “contos”.

Em breve postarei mais, pois material não falta.

See ya! 😉