Desabafo

Primeiramente perdão novamente por ter demorado tanto para postar algo novo. Há muita coisa acontecendo na minha mente, e a preocupação em jogar isso para o papel ultrapassa as barreiras da preocupação de postar aqui no blog. Mas agora vamos lá, pretendo voltar a postar regularmente.

Nesse tempo parado muita coisa boa me aconteceu; desde a surpreendente repercussão de meu e-book, O Bardo na Taverna, no Widbook, até mesmo a uma renovação musical ao meu redor, onde coisas novas estão surgindo a cada minuto. Isso muitas das vezes me atrapalha um pouco, pois organizar tanta informação e desejo de criar é algo complicado. Quem escreve sabe bem o que é isso.

Ler "O Bardo na Taverna"

Voltando a falar sobre O Bardo na Taverna, gostaria de agradecer de coração a todas as pessoas que me incentivam e acreditam no meu sonho. Primeiramente, é claro, a todas aquelas que sempre estiveram ao meu lado, dando corda e falando “você é bom, vai longe”. Essas pessoas são: Thai, minha esposa, qual sem o incentivo e paciência eu não conseguiria concluir o que começo; Minha mãe Sandra, que me encaminhou ao caminho certo desde pequeno; E meu amigo/irmão Adriano, que está ao meu lado há 15 anos, desde a época que 007 Goldeneye era lançamento. Muito obrigado mesmo, de coração. Vocês são fodas pra caralho!

E também a todos que não me conhecem, mas mesmo assim se identificaram com minha obra. Obrigado pela oportunidade de entrar em sua vida. Sem vocês ninguém chega a lugar algum.

Valeu mesmo a todos! Em breve tem coisa nova surgindo, fiquem de olho. 😉